Social:
Os profissionais alegam que são “discriminados pelo Estado quando comparados a todos os outros trabalhadores da Administração Pública com o mesmo grau de exigência habilitacional e profissional e, em especial, a outros profissionais de saúde”.
O reforço do número de profissionais de saúde é usado pelo Governo como argumento contra as queixas das Ordens e sindicatos, mas os números absolutos não se refletem em força de trabalho.
Sobrelotação do espaço, aliada a falta de profissionais e condições de higiene precárias, pautam “cenário de caos” na clínica de doenças mentais do Estabelecimento Prisional de Santa Cruz do Bispo.
Coordenadora do Programa Nacional para a Infecção VIH/sida assume mudanças, mas defende que “realidade anterior era perfeitamente insustentável”. Em causa está o modelo de financiamento dos projectos de base comunitária.
"Nós queremos um SNS para todos os portugueses e não para meia dúzia de portugueses”, declarou Miguel Guimarães. O bastonário queixa-se de falta de recursos nos hospitais e fala em degradação do SNS.
Dados preliminares apontam para uma melhoria dos resultados, tanto no excesso de peso das crianças como na obesidade. Os Açores são a região onde mais crianças têm excesso de peso: uma em cada três.