Social:
quarta, 12 maio 2010 02:27

Barómetro Forumenfermagem: Que futuro para a Profissão?

Escrito por  Enf. Pedro Machado, Enf. Pedro Silva, Enf. José Martins

Índice

 

PARTE I - A Enfermagem e o cenário social e político

 

 

“Os Enfermeiros constituem, actualmente, uma comunidade profissional e científica da maior relevância no funcionamento do sistema de saúde e na garantia do acesso da população a cuidados de saúde de qualidade, em especial em cuidados de enfermagem.”

 

Competências dos Enfermeiros de Cuidados Gerais (Ordem dos Enfermeiros, 2003)

 

Já lá vão sete anos sobre a definição das competências dos Enfermeiros de Cuidados Gerais. A Enfermagem evoluiu, deu um salto quantitativo e qualitativo mas continua a surpreender: após todos estes anos assistimos à delineação do Modelo de Desenvolvimento Pessoal (MDP) e certificação de competências, assim como à definição de novas Especialidades e de directivas para implementação de Resumos Mínimos de Dados de Enfermagem (RDME), todas estas iniciativas conducentes à melhoria da qualidade e segurança dos cuidados de Enfermagem e, por conseguinte, dos cuidados de saúde em Portugal. Este crescimento ocorre em paralelo com iniciativas paulatinas de desenvolvimento académico e científico, conducentes ao fortalecimento da disciplina.

 

Tal evolução, diluída na sociedade, não tem sido acompanhada da devido reposicionamento dos enfermeiros no sistema de saúde, o que se reflecte na indefinição de carreira, falta de aposta na profissão pelo poder político e instabilidade laboral constante. A actual crise (social, económica e de liderança política) poderá estar a criar constrangimentos, os quais poderão afectar o desenvolvimento da profissão. A adesão às formas de reivindicação propostas pelos Sindicatos tem vindo a aumentar exponencialmente, em virtude da gravidade da situação actual, o que tem resultado em acções de relevo e visibilidade nunca antes vistas; no entanto, têm-se mostrado insuficientes face à “intransigência” do poder político.

 

Que fazer para alterar este panorama? Que meios devem empregar e que actividades devem as instituições responsáveis pela defesa da profissão de Enfermagem fazer, dentro da sua responsabilidade, de forma a melhorar a carreira e condições laborais? As estratégias usadas têm sido as mais consensuais? Os actores envolvidos têm assumido correctamente o seu papel? Até que ponto os enfermeiros estão dispostos a fazer algo pela profissão, e qual a sua perspectiva política sobre a conjuntura actual?

 

De forma a responder a estas e outras questões, os responsáveis pelo Forumenfermagem (FE) (Enf. Pedro Miguel Machado e Enf. Pedro José Silva) e o Blogue essenciasdeenfermagem.blogspot.com (Enf. José Martins) elaboraram o Barómetro Forumenfermagem, cujo objectivo é conhecer as opiniões / sugestões /aspirações de enfermeiros e estudantes de enfermagem (membros registados do Forumenfermagem.org) quanto às mais variadas temáticas decisivas da profissão, assim como dos diversos "actores" que a influenciam. . Não pretende constituir uma base para julgamentos de valor, antes apontar quais as opiniões mais consensuais sobre diversas matérias, para que se possa identificar os aspectos positivos e menos positivos, dando pistas construtivas de mudança e melhoria.

 

De notar que a elaboração do Barómetro foi feita à margem de qualquer grupo/estrutura relacionados com Ordem dos Enfermeiros, sindicatos e/ou partidos políticos, estando por isso isenta de qualquer pressão, juízos de valor ou interesses relacionados com tais grupos. O barómetro foi publicado no Forumenfermagem.org, apenas acessível a utilizadores registados, de 16 a 30 de Abril de 2010, após publicitação em newsletter e diversos blogues, obtendo-se no final cerca de 974 respostas.

 

A publicação de resultados far-se-á em dois artigos: no primeiro serão abordadas as questões relacionadas com a percepção dos enfermeiros sobre a situação e posicionamento da profissão na sociedade e o segundo (a publicar brevemente) na qual serão abordados aspectos mais “internos” ou de contexto da própria profissão (concordância com a actuação de representantes de organizações profissionais, percepção sobre a operacionalização de sistemas de documentação em enfermagem, etc).

 

No dia 12 de Maio, celebramos o Dia Internacional do Enfermeiro, cujo tema deste ano é “Servir a comunidade e garantir a qualidade: os enfermeiros na vanguarda dos cuidados na doença crónica”. Que celebramos neste dia? Que novos horizontes se avizinham? Que queremos da nossa profissão? Será que devemos perguntar o que queremos que a Enfermagem faça por nós ou o que nós podemos fazer pela Enfermagem?

Este barómetro não obedece aos critérios de validade científica das sondagens e não pretende representar com rigor as opções dos enfermeiros em geral nem dos enfermeiros utilizadores da Internet. Ele tem um valor meramente indicativo das preferências dos nossos membros registados. O controlo das respostas foi efectuado através da colocação do questionário em área reservada a membros registados.

 

 


Ler 30902 vezes