Social:

A epidemia de Ébola está "fora de controlo" nas zonas mais distantes da capital liberiana, devido à negação da doença por parte dos pacientes e também aos enterros tradicionais, alertou hoje um especialista da Organização Mundial da Saúde na Libéria.

O INEM prepara-se para, no âmbito do Plano de Contingência de actuação face à infecção por vírus Ébola, levar a cabo um exercício com o qual pretende testar a capacidade de resposta do organismo à epidemia.

As autoridades de Saúde da Madeira definiram o centro de saúde do Porto da Cruz, no norte da ilha, como a unidade de isolamento para um eventual caso de Ébola na região e decidiu comprar equipamento de proteção para técnicos.

Cuecas que retêm urina e neutralizam odores são a mais recente inovação da têxtil de Barcelos “Impetus”, que já está a exportar aquelas peças para vários países e se prepara para pôr no mercado novos produtos de saúde.

Melancolia, perturbações do sono persistentes, apatia, desesperança, desespero são alguns dos sinais de alarme que não devem ser ignorados.

A partir do próximo mês passa a ser obrigatória a disponibilização deste equipamento em diversos locais públicos, como estádios, estabelecimentos comerciais de grande dimensão, aeroportos ou estações.

A Libéria, um dos países afetados pelo surto de ébola, vai receber dos Estados Unidos amostras de um soro experimental, enquanto a Organização Mundial de Saúde deverá pronunciar-se hoje sobre a utilização destes medicamentos não aprovados.

Ana Pestana, uma tradutora de 43 anos, não queria acreditar quando uma funcionária administrativa no balcão de atendimento do Hospital de Leiria lhe explicou que não podia entregar-lhe a requisição para um exame que o ortopedista da unidade a mandara fazer, porque ela tinha uma dívida de taxas moderadoras por saldar.