Social:
quarta, 09 outubro 2013 01:32

Descoberta pode ajudar a travar cancro da laringe

Uma equipa científica espanhola identificou os genes que codificam duas proteínas que travam o cancro da laringe, uma descoberta que considera que abre portas a novas formas de diagnóstico e tratamento da doença.

Investigadores da Universidade de Oviedo, do Instituto de Medicina Oncológica e Molecular e do Hospital Central das Astúrias sequenciaram o genoma de doentes com tumores malignos na laringe e descobriram que os genes que codificam as proteínas alfa-cateninas 2 e 3 estavam mutados e inativos em 15 por cento dos cancros e que a presença destas proteínas travava a progressão tumoral.

Os cientistas sequenciaram o exoma - a parte do genoma (código genético) que codifica todas as proteínas de uma célula - de quatro tumores malignos da laringe e identificaram os genes alterados em comum.
Além disso, analisaram os genes em 85 amostras de cancro da laringe adicionais, até concluírem que as alfa-cateninas 2 e 3 estavam frequentemente modificadas.

A equipa investigadora demonstrou que a inativação destas proteínas favorece a progressão tumoral e que, ao contrário, a sua presença trava-a.

Os dados clínicos dos doentes com cancro estudados permitiram determinar que os tumores que têm alteradas as duas proteínas apresentam um pior diagnóstico.

http://www.dn.pt/inicio/ciencia/interior.aspx?content_id=3465682&seccao=Sa%C3%BAde

Ler 2491 vezes