Imprimir esta página
sábado, 05 outubro 2013 16:28

Eurodeputados votam revisão das regras sobre o tabaco

O Parlamento Europeu inicia na próxima semana, em Estrasburgo, uma sessão plenária dominada pela revisão da directiva sobre o tabaco, que prevê a equiparação dos cigarros electrónico a medicamentos.

As novas normas, que são debatidas e votadas na terça-feira, prevêem que os cigarros 'slim' e os de mentol devem ser proibidos, enquanto os cigarros electrónicos devem ser autorizados como medicamentos, embora possam ser vendidos fora das farmácias.

O relatório a ser votado pelos eurodeputados recomenda ainda que os maços de cigarros, o tabaco de enrolar e o tabaco para cachimbo de água devem ostentar advertências de saúde em ambos os lados da embalagem.

As advertências devem abranger 75% da área externa da face dianteira e traseira da embalagem.

O tabagismo continua a ser a principal causa de mortes evitáveis na União Europeia, vitimando cerca de 700 mil pessoas por ano.

Segundo dados da Comissão Europeia, 70% dos fumadores começam a fumar antes dos 18 anos.

Os eurodeputados irão também pronunciar-se, na quarta-feira, sobre as medidas propostas pela "Comissão Barroso" sobre os tempos de voo e de repouso dos pilotos e das tripulações de cabina.

A comissão parlamentar dos Transportes e do Turismo opõe-se às medidas do executivo comunitário, pedindo-lhe que retire a sua proposta e, se o seu relatório for aprovado pelo plenário, as novas medidas não serão adoptadas e as actuais regras sobre o tempo de voo continuarão em vigor.

A Comissão quer, por exemplo, reduzir a duração máxima dos serviços nocturnos das actuais 11 horas e 45 minutos para as 11 horas e prolongar o período de repouso semanal em 12 horas duas vezes por mês, sendo que as associações de pilotos se opõem às propostas por considerarem que nada acrescem em termos de segurança.

Os deputados europeus decidirão também, na quinta-feira, sobre a obrigatoriedade de estudos de impacto ambiental em campos de golfe planeados para áreas com falta de água e projectos de extracção de hidrocarbonetos não convencionais, como o gás de xisto.

Lusa/SOL

http://sol.sapo.pt/inicio/Sociedade/Interior.aspx?content_id=87218

Ler 2659 vezes