Social:

Os profissionais ainda não compreenderam se as duas vagas agora abertas acrescem ou não aos três profissionais a contratar.
O órgão alega insuficiência de fundos para avançar com as obras.
Para o Centro Hospitalar de Lisboa Central onde ocorreram há 15 dias demissões de chefes de equipa, estão atribuídas 54 vagas para os novos médicos.
"O investimento que temos vindo a fazer, ao contrário do que se tem dito, tem sido sempre crescente no SNS", disse Maria Manuel Leitão Marques, em conferência de imprensa, após a reunião do elenco governativo, em Lisboa.
O Ministério da Saúde decidiu abrir mais vagas para novos médicos do que os profissionais que acabaram a especialidade este ano para tentar captar clínicos que estejam no privado ou no estrangeiro.
A maior parte das vagas (839) são para as especialidades hospitalares. Nos centros de saúde vão ser colocados 378 médicos de família. E há lugares para 17 médicos de saúde pública.