Social:
sexta, 29 maio 2015 12:56

Com série de contra-indicações, creme alternativo ao Viagra será vendido em França

Um creme para tratar os problemas de erecção será vendido com receita médica a partir de 1 de Junho nas farmácias francesas, anunciou o laboratório francês Majorelle.

Um creme para tratar os problemas de erecção será vendido com receita médica a partir de 1 de Junho nas farmácias francesas, anunciou o laboratório francês Majorelle.

O medicamento, uma «alternativa aos comprimidos» (Cialis, Viagra...) para o tratamento dos problemas de erecção, será vendido com o nome comercial de Vitaros, a um preço de 10 euros por dose (quatro por caixa), segundo o representante do laboratório.

O creme é conservado no frigorífico (entre 2ºC e 8ºC), mas pode permanecer à temperatura ambiente durante até três dias se a temperatura for inferior a 25ºC. Deve ser utilizado com um preservativo de látex. O seu princípio activo, o alprostadil, é uma substância que dilata os vasos sanguíneos do pénis.

Uma gota do produto é aplicada no meato urinário, a abertura do pénis. O efeito demora entre 5 e 30 minutos a surtir efeito e pode durar entre uma e duas horas, segundo os pacientes, afirmam as instruções do medicamento.

O Vitaros tem, no entanto, uma série de contra-indicações para os adultos. Representa um risco para os homens que sofreram um enfarte do miocárdio ou para os que sofrem de hipotensão ortostática (queda da pressão arterial quando uma pessoa fica de pé depois de ter permanecido deitada).

O seu uso também não é recomendado para pessoas com risco de trombose venosa.

Durante os testes clínicos, ocorreram raros casos de vertigens e síncopes, razão pela qual os pacientes devem evitar conduzir ou realizar actividades perigosas depois de utilizar o creme.

Majorelle comprou a licença do produto da companhia americana Apricus Biosciences para a França, Mónaco e o norte de África.

FONTE - Diário Digital Saúde

Ler 2611 vezes