Social:
quinta, 10 outubro 2019 19:11

Vacina quadrivalente contra a gripe será comparticipada em Portugal

Vacina permite protecção passiva de bebés desde o nascimento até aos seis meses.

A vacina quadrivalente contra a gripe (QIV) recebeu aprovação de comparticipação pelo Infarmed. O anúncio foi feito através de um comunicado, esta quarta-feira, pela Sanofi Pasteur, responsável pelo fabrico e comercialização desta vacina. A farmacêutica refere que esta é a única vacina do género na Europa com indicação para protecção passiva dos bebés.

Mais populares

  • Banca

    Caixa agrava em 14% o custo da conta à ordem mais barata

  • i-album
    Redes sociais

    Farta de ver as suas publicações privadas no jornal, a mulher de Rooney criou a armadilha perfeita para o “traidor”

  • i-album
    Exposição

    Como será a nossa alimentação em 2050? Estas ilustrações imaginam

Tem, como principal objectivo, minimizar potenciais impactos da gripe na gravidez — período de maior risco — e proteger passivamente os bebés, desde o nascimento até aos seis meses. Esta notícia surge também na época que antecede o Inverno, altura em que se registam mais casos de gripe.

Idosos, grávidas e crianças são os grupos de maior risco. As crianças até aos dois anos apresentam ainda uma maior probabilidade de serem hospitalizadas. No comunicado, a empresa alerta ainda para a variação de gravidade nos casos do vírus influenza, que pode ser fatal, em algumas situações.

A vacina segue as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS): para além de duas estirpes de gripe A (subtipos A/H1N1 e A/H3N2) e de uma estirpe da gripe B (linhagem Victoria), esta vacina conta também com a linhagem Yamagata do mesmo tipo de gripe. A OMS recomenda a vacinação de: mulheres grávidas em qualquer fase da gravidez, crianças entre os seis meses e os cinco anos, indivíduos com mais de 65 anos (sendo também aconselhado para indivíduos entre os 60 e os 64 anos), doentes crónicos e profissionais de saúde.

FONTE - Público

Ler 109 vezes