Social:
terça, 01 outubro 2019 08:05

VeggieKit, um guia de vegetarianismo para totós

A Associação Vegetariana Portuguesa lançou um guia de iniciação ao vegetarianismo. Receitas, dicas para uma alimentação saudável e informação para uma correcta transição de dieta fazem parte do VeggieKit, que está disponível em formato físico e online.

Queres começar uma dieta vegetariana, mas não sabes como? O VeggieKit pode ajudar. Esta terça-feira, 1 de Outubro, Dia Mundial do Vegetarianismo, a Associação Vegetariana Portuguesa (AVP) lança um guia de iniciação a uma alimentação de base vegetal. O kit inclui receitas, dicas para uma alimentação equilibrada, sugestões de alimentos substitutos de carne e peixe, bem como ligações úteis (livros, aplicações e blogues) com mais informações sobre o tema. A ideia é “munir as pessoas com a informação necessária para a sua transição de dieta e preparação de pratos equilibrados”.

“Como substituir o leite?”, “O que barrar no pão?” ou “Como obter proteína?” são algumas das perguntas às quais o kitde 36 páginas responde. Para as que merecem uma explicação mais extensa — como fazer queijo em casa — é disponibilizado um código QR para consulta online. O VeggieKit em formato físico (papel reciclado) vai ser distribuído em diversos eventos e acções por todo o país e pode ser encomendado gratuitamente através do site — onde também é possível encontrar o guia, bem como informações complementares sobre a alimentação vegetariana e como fazer uma transição de dieta.

PÚBLICO -
Foto

A elaboração do guia contou com a participação de Sandra Gomes Silva, do blogueO Vegetariano, Gabriela Oliveira, autora do livro Cozinha Vegetariana, e Filipa Range, autora do blogueCozinha Verde, e surge num momento em que “o interesse pela alimentação em Portugal é cada vez maior”, refere a AVP em comunicado.

Segundo dados do 2.º Grande Inquérito de Sustentabilidade em Portugal, desenvolvido pelo Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa e divulgado este mês, mais de metade dos portugueses (50,6%) mostram disponibilidade para reduzir o consumo de carne e 65% disseram já fazer pelo menos uma refeição por semana sem carne ou peixe.

FONTE - Público

Ler 151 vezes