Social:
quarta, 15 maio 2019 16:14

A Johnson’s mudou de cara mas não por causa da má publicidade, garante

Marca anuncia que reformulou todos os seus produtos para responder às necessidades dos pais modernos.

Em 125 anos de história, este é o maior relançamento da marca Johnson's, que reformulou todos os seus produtos por dentro e por fora. “Melhorámos as nossas fórmulas, rejeitámos mais de 400 ingredientes – não por serem nocivos, mas porque conseguimos manter as mesmas fórmulas e a mesma fragrância nos nossos produtos rejeitando alguns que não são fundamentais –, retirámos tudo o que eram corantes e passámos a cor para a embalagem”, revela Vera Cabral, responsável pela activação da marca, ao PÚBLICO.

Mais populares

  • i-album
    Televisão

    Conan Osiris não vai à final da Eurovisão

  • Crime

    Rituais, tatuagens e mulheres: os segredos das máfias

  • i-album
    Exposição

    São ilustradores portugueses, são a Prata da Casa

Questionada sobre se estas alterações aos produtos e às suas embalagens estão relacionadas com os casos polémicos em torno do pó de talco para bebé (Baby Powder), que estava contaminado com amianto, que levou a marca a tribunal e que, paralelamente, trouxe-lhe má publicidade. Vera Cabral responde: “Em relação ao pó talco e todas as outras notícias continuamos muito confiantes porque temos a certeza que o produto responde aos padrões de elevada qualidade que definimos enquanto marca.” Por isso, “esta transformação [o relançamento] vai muito para além disso”, acrescenta.

Além da transformação de todos os seus produtos, a marca criou uma nova gama para recém-nascidos: a espuma de banho e a loção CottonTouchTM, que são feitos a partir de algodão autêntico e não deixam resíduos, potenciando a sensação de suavidade. O algodão “é um ingrediente que está presente nas roupas das crianças, é muito suave, demora nove meses a desenvolver e portanto há uma ligação muito directa com o recém-nascido”, continua Vera Cabral.

PÚBLICO -
Foto
DR

De acordo com um comunicado da marca, trata-se de um produto que foi testado a “nível mundial” e que ajuda a potenciar o laço emocional entre os pais e o bebé. Segundo Vera Cabral, “a fragrância tem um papel fundamental no desenvolvimento do olfacto e, portanto, na ligação que existe entre uma mãe e um bebé, ligação essa que, mais uma vez, vem de acordo com o movimento de suavidade que queremos promover em torno da nossa marca”.

Estas mudanças vêm na sequência de um estudo feito com pais e mães de vários países, para saber “o que é que procuram, o que é que os preocupa e o que é que querem para os seus filhos e para os seus bebés”, continua Vera Cabral. O estudo, encomendado pela marca norte-americana, revela que os pais procuram mais informação e têm acesso a mais recomendações. “Portanto, queremos ser muito transparentes nos ingredientes que temos nos rótulos”, continua a responsável, acrescentando que há ainda uma preocupação com a redução da pegada ecológica. “Temos um compromisso de, até 2025, todos os nossos plásticos vão ser [transformados em] combustíveis e computáveis, que se possam tornar fertilizantes”, esclarece.

FONTE - Público

Ler 243 vezes