Social:
quinta, 18 abril 2019 06:30

“Só vamos sair de Moçambique quando terminar a reconstrução do hospital”

Os donativos dos portugueses para apoio a Moçambique ainda estão “aquém das necessidades”. É preciso continuar a fazer donativos, apela Francisco George, um mês depois do ciclone Idai

Francisco George, o antigo director-geral da Saúde que era quase sozinho uma instituição, está agora à frente da Cruz Vermelha Portuguesa. Em entrevista ao PÚBLICO e à Renascença, que pode ouvir esta quinta-feira às 12h, Francisco George fala do que o levou a avançar para a primeira linha do apoio às vítimas do ciclone Idai, em Moçambique.

Mais populares

  • Alterações climáticas

    Salvem o planeta como a Notre-Dame, pediu Greta Thunberg no Parlamento Europeu

  • Função Pública

    Se não tiver combustível para ir trabalhar, tenho falta justificada? FESAP diz que sim

  • i-album
    Fotografia

    Quando as alterações climáticas levam agricultores ao suicídio: Federico Borella vence Sony Awards

FONTE - Público

Ler 206 vezes