Social:
sexta, 18 janeiro 2019 11:26

Parlamento chumba legalização da cannabis para uso recreativo

Bloco e PAN ficaram quase sozinhos na votação dos seus projectos de lei. Bancada do PS votou dividida entre a abstenção, o voto a favor e contra.

Foi a confirmação do que transparecera no debate da tarde de quinta-feira: a legalização, em Portugal, da cannabis para uso recreativo terá de esperar mais uns tempos, depois de chumbada, esta sexta-feira de manhã, pelos votos contra do PSD, do CDS e do PCP. Os projectos de lei do Bloco e do PAN, que além da legalização da venda e do consumo previam também o autocultivo, foram ambos chumbados.

Mais populares

  • Impostos

    Há novas tabelas de IRS. Saiba quanto vai descontar

  • PCP

    PCP acusa a TVI de “anticomunismo” e rejeita favorecimento a genro de Jerónimo de Sousa

  • i-album
    Exposição

    Hikari: um mergulho no espaço “íntimo”, “insólito” e “proibido” do Japão

A bancada do PS votou partida entre votos a favor (25 deputados), contra (sete deputados) e abstenções no caso da proposta do Bloco e a iniciativa do PAN teve votação praticamente igual. A indicação do sentido de voto era precisamente a abstenção e a bancada parlamentar do PS entregou uma declaração de voto sobre o assunto. O PEV também se absteve.

Na bancada socialista votaram contra a proposta do Bloco os deputados Hortense Martins, Eurídice Pereira, Odete João, Maria da Luz Rosinha, António Gameiro, Miranda Calha, e Vitalino Canas.

E votaram a favor os deputados socialistas Luís Vilhena, Fernando Rocha Andrade, João Soares, Luís Graça, Edite Estrela, Francisco Rocha, José Rui Cruz, Fernando Anastácio, José Magalhães, Constança Urbano de Sousa, Sérgio Sousa Pinto, Pedro Bacelar de Vasconcelos, Diogo Leão, Hugo Costa, Maria Antónia Almeida Santos, Catarina Marcelino, Carla Tavares, Carla Sousa, Hugo Carvalho, Isabel Moreira, Tiago Barbosa Ribeiro, Ivan Gonçalves, Nuno Sá, Ascenso Simões, e Manuel Caldeira Cabral.

A única diferença na votação da proposta do PAN foi o voto a favor do socialista Pedro Delgado Alves, que veio juntar-se aos outros 25 deputados do PS que votaram a favor.

Para além da declaração de voto do PS e de outras de vários deputados socialistas, também os deputados do PSD Ricardo Baptista Leite, António Leitão Amaro, Margarida Balseiro Lopes e Sérgio Azevedo anunciaram uma declaração de voto sobre a questão da cannabis.

FONTE - Público

Ler 70 vezes