Social:
sexta, 06 julho 2018 08:59

Infarmed suspende venda de lotes de medicamentos para hipertensão

De acordo com a Autoridade Nacional do Medicamento, foi detectada um impureza na substância activa valsartan, fabricada por uma empresa chinesa.

A Autoridade Nacional do Medicamento mandou retirar do mercado vários lotes de medicamentos contendo a substância activa valsartan, usada no tratamento da tensão arterial elevada, porque foi encontrada uma impureza, anunciou o Infarmed. Os medicamentos em causa são o Decorsan Odis e o Valsartan + Hidroclorotiazida Sandoz.

Segundo o Infarmed, a impureza identificada no âmbito do Sistema Europeu de suspensão de medicamentos apenas foi detectada nos fármacos cuja substância activa valsartan foi fabricada por uma empresa na China.

"Os Estados-membros da União Europeia, em articulação com a Agência Europeia de Medicamentos (EMA), desencadearam, como medida preventiva, a recolha dos lotes em todo o circuito da distribuição dos medicamentos potencialmente afectados", explica.

O Infarmed recomenda aos doentes que estejam a utilizar os medicamentos afectados que não interrompam os tratamentos e que contactem o médico ou farmacêutico para prescrição ou dispensa de um outro fármaco em substituição.

A Autoridade Nacional do Medicamento esclarece ainda que há medicamentos com a mesma substância activa ou com valsartan associada com outra substância que não serão retirados do mercado pois não estão incluídos na lista elaborada pelas autoridades. Há ainda no mercado outros medicamentos disponíveis com as mesmas indicações terapêuticas e que constituem alternativa, acrescenta.

FONTE - Público

Ler 478 vezes