Social:
quarta, 20 junho 2018 12:31

Pelo menos 2 mil profissionais de Saúde serão contratados a partir de julho

Adalberto Campos Fernandes disse esta quarta-feira que a partir de julho, e numa primeira fase, vão ser contratados cerca de dois mil profissionais de Saúde. Depois serão feitos ajustamentos.

Pelo menos dois mil profissionais de saúde serão contratados a partir do próximo mês na primeira vaga de recrutamento para cobrir as necessidades da passagem de trabalhadores às 35 horas semanais, anunciou o ministro da Saúde.

Adalberto Campos Fernandes, que está a ser ouvido na audição parlamentar de Saúde, foi questionado várias vezes pelos deputados sobre a quantidade de profissionais que o Governo está a planear contratar para cobrir as necessidades que resultam da passagem de enfermeiros, assistentes e técnicos das 40 para as 35 horas de trabalho semanais, a partir de 1 de julho.

O ministro disse que os números definitivos estão a ser ultimados, mas que, numa primeira fase, em julho, haverá uma primeira colocação que “ultrapassará os dois mil profissionais”. Depois de julho irão sendo feitos ajustamentos e uma segunda fase de contratações está prevista para setembro ou outubro, segundo o ministro.

Sobre os receios de falta de planeamento atempado destas contratações, o ministro indicou que também há dois anos foram traçados cenários semelhantes, tendo o sistema conseguido ajustar-se.

Adalberto Campos Fernandes vincou ainda que, para o Governo, as 35 horas de trabalho semanal “não são um capricho, nem um favor, nem uma benesse aos profissionais: “são um reconhecimento do esforço, uma valorização do preço por hora e uma forma de dar algum descanso e alívio”.

Onde o Estado falha

Conhece algum caso em que o Estado está a falhar? O seu hospital não funciona? Chove na escola onde o seu filho anda? A esquadra tem más condições? Preencha o formulário para os jornalistas do Observador investigarem.

FONTE - Observador

Ler 96 vezes